Bom Jesus da Lapa ganha unidade territorial para auxiliar agricultores familiares

Publicado em: 21-11-2015

setaf1

Pelo menos 30 mil agricultores de 16 municípios que integram a região do Velho Chico serão beneficiados com a chegada do 25º Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), inaugurado na quinta-feira (19), em Bom Jesus da Lapa.

Os Setafs têm o objetivo de articular políticas públicas para a agricultura familiar e promover a inclusão produtiva dos agricultores familiares baianos. O serviço abriga equipes técnicas da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA) e da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater). Outros órgãos do governo do Estado também terão representação em alguns serviços, a exemplo da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e da Bahia Pesca.

Setaf_

Para o secretário municipal da Agricultura, Marcos Haiala Lima, a instalação do Setaf vai encurtar a distância entre o agricultor e o governo. “Muitas vezes os agricultores precisavam viajar 900 quilômetros até Salvador para efetuar a titulação de terra ou para regularizar projetos. Agora, esses serviços estão disponíveis em sua cidade, economizando tempo e dinheiro”, comentou.

Segundo ele, outras cidades desta área geográfica entraram na disputa para abrigar o Setaf, mas Bom Jesus da Lapa venceu por apresentar características importantes, como maior número de comunidades quilombolas e de assentados. “Essa conquista é também uma demonstração da força política e do prestígio que o nosso prefeito Eures Ribeiro tem com o governo da Bahia em trazer para cá uma representatividade estadual que muito vai contribuir para a cidade”, ressaltou.

setaf

Durante a inauguração da sede do Setaf, o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, disse que a criação da sua pasta é uma conquista dos movimentos sociais, já que a secretaria foi criada para o interior do estado e é voltada para o pequeno agricultor.

“Precisávamos de uma estratégia em que estivéssemos mais próximos das nossas ações, do povo do campo. Concebemos, então, a estratégia de criar em cada um dos 27 Territórios de Identidade da Bahia um órgão que junta todas as nossas instituições, que é a CAR, Bahiater e CDA. Também teremos a aproximação de representações do Colegiado Territorial e dos consórcios. É a nossa unidade de planejamento para atuarmos com mais vigor na agricultura familiar”, salientou.

Semaf

Os Setafs irão atuar de forma articulada com o Serviço Municipal de Apoio a Agricultura Familiar (Semaf), que serão implantados pelas prefeituras que tiverem interesse. Durante o evento, prefeitos dos municípios de Carinhanha, Paratinga, Riacho de Santana, Brotas de Macaúbas, Matina e Malhada assinaram o termo de adesão ao Semaf. A unidade objetiva promover a articulação, gestão e implementação de políticas para execução, na base municipal, atuando de forma integrada com o Setaf.

PREVISÃO DO TEMPO