Correntina: Ezequiel Barbosa, uma trajetória política construída pelo voto popular – 50 Anos de Vida Política.

Publicado em: 15-03-2016

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00005

Não estaríamos equivocados em falar que a comemoração de um aniversário é um espaço privado. Porém, quando este aniversário se trata de um aniversário de uma pessoa que se tornou um homem com vida política, que dedicou a metade de um século da sua vida para contribuir e construir uma história vitoriosa. E que deve grande parte do que é, ao que a população permitiu que ele fosse. Neste caso, esta comemoração se torna pública, e foi o que aconteceu no último Domingo, (13), em Correntina quando mais de 3 mil pessoas foram prestigiar  os 50 anos de Vida Política de Ezequiel Barbosa.

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00019

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00006

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00011

Cinco décadas de dedicação de um homem que sempre esteve absolutamente voltado para a boa causa, um imensurável homem público que sempre trouxe a coragem com uma de suas virtudes.

Ezequiel Pereira Barbosa nasceu na fazenda Moendas, na cidade de Correntina, estado da Bahia em 07 de abril de 1939. Primogênito dos dez filhos do senhor Félix Pereira Barbosa (lavrador) e dona Palmerinda Pereira Barbosa (do lar) e casado com a senhora Hildegardes Lopes Medrado ( Dona Didi ) se tornou pai de dez filhos.

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00012

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00014

Seus primeiros anos de vida foram marcados de um lado por uma infância humilde, porém, cheia de desejo de progresso que o fez aos 17 anos, (março de 1956) ir para o estado do Goiás (cidade de Jataí).

Em junho de 1958 retorna a Correntina, pois seu pai se encontrava acometido de problemas de saúde. Decidiu então se  mudar para a cidade em busca de melhoria de vida hospedando durante muito tempo na pensão de Dona  Sussu e Dona Milu.

VIDA POLÍTICA

Iniciou sua vida política como observador, naquela época que veio para Correntina e por ser comerciante, frequentava os ambientes sociais e políticos, adquirindo muitos amigos. Ao perceberem que apesar de jovem e não vir de família política, era grande seu interesse e o desejo de ver Correntina crescer e de conhecer a sua história política.

Com o apoio de amigos que acreditavam em seu potencial político, o jovem Ezequiel em 08 de março de 1968 cria o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, MDB, e no mesmo dia filia no partido do qual foi o primeiro presidente, era partido de oposição e nele foi eleito pela primeira vez como vereador de Correntina em 1969 com 540 votos, naquela época o número de eleitores eram 5.540, obtendo, portanto 10% dos votos.

Iniciou sua carreira política como vereador de Correntina pelo MDB e depois PMDB, o seu primeiro número de registro foi 210, e seu slogan “A mão é a primeira que a gente dar”. Foi vereador por 3 mandatos ( 1º  70 a 72 / 2º 72 a 78 / 3º 78 a 82) .

Em 1988, sai candidato pela primeira vez a prefeito, pelo PMDB, tendo na sua chapa como vice-prefeito Quinca de Santa, que não obtiveram vitória, mas não desanimou. Em 1992 sai pela segunda vez candidato a prefeito pelo PMDB, compondo sua chapa a vice, Emanoel Oliveira Silva (Manelim de Didi) e novamente perde as eleições.

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00004

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00008

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00009

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00010

 Um homem perseverante na sua luta, não abala com as derrotas postas a sua vida e a sua frente, como ele dizia quando perdia as eleições “Perdemos a batalha, mas não perdemos a guerra e a coragem de lutar”. Sustentado pela determinação em 1996, lança o seu nome mais uma vez pelo PMDB como candidato a prefeito, tendo na chapa majoritária o seu vice, Joélio de Araujo Ramos, sendo eleitos com maioria esmagadora de votos, assumindo em 1º de janeiro de 1997 o cargo de prefeito pelo PMDB.

E daí por diante Ezequiel Barbosa veio acumulando experiência, e disseminando verdadeiros legados de melhorias e conquistas em suas gestões.  Foi reeleito em 2000 para comando da cidade.

Em 2004 Ezequiel lança como candidato a prefeito pelo PMDB o Sr. Elvio Cardoso Alves e a vice-prefeito pelo PMDB Jailton Barbosa da Silva, seu sobrinho, que não obtiveram êxito, pois perderam as eleições.

Em 2008 seu nome é aclamado mais uma vez para governar o município, sai então a candidato a Prefeito/PSDB num meio a uma eleição tumultuada e difícil, dividido entre a justiça e a esperança do povo, mas mesmo numa luta imbatível não obteve a maioria dos votos, chegando a perder as eleições.

A trajetória política de Correntina é dinâmica. Em 2012 sai candidato a prefeito pelo PSDB, na chapa com o vice-prefeito o Sr. Padre Roberto pelo PMDB, são eleitos pela maioria dos votos. Pela terceira vez, Ezequiel chega à Prefeitura como prefeito.

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00002

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00013

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00015

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00016

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00017

EZEQUIELOarioaoFEIOaNotcapaaHOTELhokOTAMANDOsmaosIpoomllllage00018

Não sabendo ele que naquele momento os que tinham acabado de destruir o patrimônio do município e lesado os direitos do povo, lutavam para impedir o seu retorno a cadeira de prefeito. Quando entraram na justiça com processos que a qualquer custo queriam arrancar do povo livre e consciente no seu exercício de cidadania  onde haviam por voto escolhido o Líder Ezequiel.

Dias difíceis, porém não impossíveis, com a graça de Deus, o apoio da família e dos amigos e as orações de todos, o Líder Ezequiel vence mais uma batalha. A justiça reconhece a sua inocência, prova maior que ele não devia, sua coragem e luta falaram mais alto e chega ao fim o momento de turbulência. Ezequiel assume o governo, assume o anseio do povo, retorna a prefeitura com o mesmo desejo de continuar abrindo novos horizontes, desenvolver esta terra que ele ama, de um povo ordeiro e de um potencial promissor dado pelo nosso Deus, criador de todas as coisas.

Parabéns! Ezequiel Barbosa, exemplo de luta e guerreiro por natureza. A luta continua. Obrigado por tudo que tem feito por Correntina!

Chegou até aqui com a força de Deus e o apoio de todos!

Fotos: Marco Athayde

PREVISÃO DO TEMPO