PETS DO CORAÇÃO – Abrace esta iniciativa!

Publicado em: 18-03-2015

completal00001

Com o objetivo de retirar os animais abandonados das ruas e colocá-los para adoção, Raíne Cruz, 22 anos, vendedora e estudante de ciências contábeis, moradora de Santa Marai da Vitória, tomou a iniciativa junto com a sua amiga Karina de fazer mais pelos animais abandonados e maltratados. 

O Exclusivo conversou com Raíne, uma das fundadoras desta associação. Conheça a partir de agora esta linda história de amor pelos animais.

 O Exclusivo: Como surgiu a ideia de criar uma Associação em prol dos animais abandonados e maltratados?  

A associação é um sonho desde criança, encontrei Karina que também é apaixonada por animais e em uma conversa decidimos fazer isso.  Criei um grupo no whatsapp e fui adicionando pessoas que também gostavam. E hoje estamos ai na luta.

 caesoi00004

caesoi00005

O Exclusivo: Onde se localiza esta associação? Tem sede própria?

Atualmente localiza-se em São Félix do Coribe, numa casa emprestada pela tia de uma voluntária. Precisamos de um terreno grande, e quando tivermos, iremos construir canil e gatil nele.

O Exclusivo: Quando foi criada esta associação? Ela existe Juridicamente?

Foi criada dia 07/02/2015. Bem, é uma associação sem fins lucrativos, criada em prol dos animais abandonados e maltratados. Porém, ainda não foi registrada em cartório, pois não temos dinheiro suficiente para as despesas com a sua formalização. E o que temos é para ração, remédios e tratamentos.

oki00001

O Exclusivo: Como são obtidos os recursos para manter a associação?

Atualmente são conseguidos através de doações de amigos, de pessoas que se sensibilizam com a causa.

O Exclusivo: Os cães são acolhidos  no intuito de serem cuidados ?

Exato. Assim que estão bem, são colocados pra adoção.
peqoi00003

O Exclusivo: Quais os requisitos que as pessoas têm que ter para adotar um cão?

Primeiro tem que amar, ter um espaço adequado para ele.  Depois se assina um termo de responsabilidade, onde consta uma observação determinando a devolução do cão ao abrigo, caso a pessoa que o adotou, não possa mais ficar com o animal. E nós também fazemos vistoria uma vez por mês pra ver se está tudo bem, e pedimos para que nos enviem fotos do cão para sabermos como ele está.

O Exclusivo: Atualmente quantos cães têm no abrigo?

Temos onze cães, eram treze, mas já conseguimos adotante para dois.

O Exclusivo: Os cães que estão na Associação são cães que foram abandonados?

Sim.  Encontrados nas ruas, com maus tratos, com fome e sede.  

lkol200001

O Exclusivo: Suponhamos que, uma pessoa tenha um cão e não o quer mais ou não tem condições para criá-lo mais, a associação aceita recebê-lo?

Bem, ter um cão é uma decisão muito séria a ser tomada.  É de uma vida que estamos falando. Não é porque criamos a associação que temos o dever de cuidar de um animal que é seu e foi decidido por você pegá- lo ou não. Temos que conscientizar as pessoas, não podem sair jogando nas ruas, só porque existe alguém que pega e cuida. Mas se não tiver jeito, a gente pega sim! O amor por eles fala mais alto!
medoi00001

vert00001

O Exclusivo: Quais os cuidados ou preocupações para que durante o período de convivência na associação eles não se reproduzam? Como vocês  lidam com esta situação?

Bem, optamos por castrar. Para isso o animal tem que se recuperar. Mas os veterinários do grupo se dispuseram a nos ajudar neste aspecto.

jkkk200001

O Exclusivo: Creio que a maioria são vira-latas, existe preconceito por parte dos adotantes, que sempre preferem um cão de raça?

Alguns ainda perguntam sobre a raça, outros não.  Mas, como eu te falei, temos que educar a população quanto a essas questões. Mas os dois que foram adotados conosco, a pessoa não se importou em perguntar.

PREVISÃO DO TEMPO