Prefeitura de Serra do Ramalho Fará Consulta Popular no Município, Para Definir Gastos.

Publicado em: 22-03-2018

Não é de hoje que a maioria dos municípios do Brasil tem sofrido um grande impacto em sua economia. A crise financeira no país não é nenhuma novidade mais para ninguém.

A cada ano as receitas tem diminuído bastante. E na Bahia não tem sido diferente. Muitos gestores tem demonstrado estarem preocupados com esta questão, sacrificando várias ações de grandes relevâncias para os municípios.
Seguindo neste contexto, iremos falar um pouco sobre o município de Serra do Ramalho, localizado no Oeste da Bahia, e que devido a toda essa instabilidade econômica do país, o município passa por um momento muito difícil financeiramente. Porém, se encontra diante de duas situações totalmente distintas uma da outra. A primeira é que se aproxima a data da mais tradicional festa do município, a Vaquejada de Serra do Ramalho. Festa que todos os anos reúne pessoas de toda a região. A segunda situação é que grande parte das ruas da cidade estão intransitáveis, ainda mais depois de um período chuvoso que tem tido na região.

Na tarde de hoje (21), a Prefeitura Municipal divulgou uma nota em suas redes sociais que realizará uma Consulta Popular, no município. Pois a mesma não dispõe de recursos suficientes para realizar as duas coisas, a Vaquejada e o conserto das ruas.

Se alguém ainda tinha dúvida que o Prefeito Ítalo Rodrigo vem desenvolvendo uma gestão democrática e participativa com a população, agora já não tem mais.

Os serramalhenses  terão um papel fundamental para decidirem onde será investido o recurso. Eles irão escolher se querem a Vaquejada ou o conserto das ruas.

Segundo o prefeito de Serra do Ramalho, jamais diante de uma situação como essa,   ele agiria com irresponsabilidade e egocentrismo. A final de contas, ele foi eleito por um coletivo e cabe a este coletivo participar de decisões importantes como esta.  “O voto não é obrigatório, mas será decisivo para ajudar a construir o futuro do nosso município. Está em suas mãos interferir democraticamente deste processo”, afirmou, Ítalo Rodrigo.

PREVISÃO DO TEMPO