Um Amigo de Verdade ninguém esquece! Nove anos sem você “Claudinho”.

Publicado em: 20-01-2016

 CLAUsmaosIpoomllllage00001

Esta semana, mais precisamente dia 18 de Janeiro, fez 09 anos que Santa Maria da Vitória o Jovem  Cláudio da Silva Souza, o nosso “Claudinho”. Ele foi vítima de um acidente de carro, na estrada indo pra Jaborandi. Acreditem, poderiam ter sido pior, pois no carro tinha mais pessoas , a maioria eram atletas de Santa Maria da Vitória. Todos, amigos, que iriam jogar, eles disputavam um campeonato de futsal na cidade.

Mas hoje, resolvemos falar dele, do amigo que ele era, o cidadão de bem que ele era. Claudinho era amigo de todo mundo, até hoje, Nove anos se passaram e nunca vimos nenhuma pessoa falar mal dele, e não é querendo endeusa-lo. Não, é porque ele era “ Especial” mesmo. Amigo, companheiro, Alegre, bem relacionado, servidor, competente, dedicado, leal, fiel. Poderíamos passar um bom tempo aqui, listando suas qualidades, dando os melhores adjetivos a ele, e com certeza não repetiríamos nenhuma de suas virtudes.

Para alguns amigos ele era amigo mais velho, para outros, mais novo, para outros filho, para outros melhor amigo, para outros , simplesmente amigo e para todos ele era “ Espelho”.

Claudinho tinha o dom de ser Feliz e de fazer quem estava ao seu redor feliz.  E a única certeza que temos é que um dia “ Nós, todos nós, iremos NOS ENCONTRAR”.

Obrigado por ter feito parte de nossas vidas Claudinho, Neném.

E pra finalizar , queremos deixar uma mensagem muito linda e que nos faz lembrar  de como ele era e como ele queria que fossem as coisas.

Se Eu Morrer Antes de Você (Vinícius de Moraes)
* Poema declamado por Rolando Boldrin

Se eu morrer antes de você, faça-me um favor:
Chore o quanto quiser, mas não brigue comigo.
Se não quiser chorar, não chore;
Se não conseguir chorar, não se preocupe;
Se tiver vontade de rir, ria;
Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, Ouça e acrescente sua versão;
Se me elogiarem demais, corrija o exagero.
Se me criticarem demais, defenda-me;
Se me quiserem fazer um santo, só porque morri,
Mostre que eu tinha um pouco de santo,
Mas estava longe de ser o santo que me pintam;
Se me quiserem fazer um demônio,
Mostre que eu talvez tivesse um pouco de demônio,
Mas que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo…
E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim,
Diga apenas uma frase:
-“Foi meu amigo, acreditou em mim
E sempre me quis por perto!”
Aí, então derrame uma lágrima.
Eu não estarei presente para enxugá-la,
Mas não faz mal.
Outros amigos farão isso no meu lugar.
Gostaria de dizer para você
Que viva como quem sabe que vai morrer um dia,
E que morra como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da Gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo.
Mas, se eu morrer antes de você,
Acho que não vou estranhar o céu.
“Ser seu amigo, já é um pedaço dele…”

“Sim Claudinho. Você foi nosso amigo e sempre será”.

PREVISÃO DO TEMPO