Violência Urbana: Sequência de Homicídios Levam Região Oeste à uma das Piores Crises de Segurança.

Publicado em: 23-09-2017

Santa Maria da Vitória e região vem passando por uma sucessão de homicídios nas últimas semanas. Fatos que são amplamente divulgados pelas redes sociais e que provocam revolta na população. Entretanto, para chegarmos a uma conclusão, se a atual situação já ultrapassou, ou não, os limites do aceitável, precisamos nos voltar aos números, às estatísticas registradas pelos responsáveis pela segurança pública e não a emoção que, por definição, não caminha com a razão.

A tabela traz a taxa de homicídio por 100 mil habitantes, obviamente nenhum município da tabela possui 100 mil habitantes, mas esse é o método para comparar a proporção correta entre o número de homicídios de uma região pelo tamanho da população. Por exemplo, Canápolis, em 2014, teve apenas 1 único homicídio, como a população desta cidade era de quase 10 mil habitantes, equivaleria, proporcionalmente, a 10 homicídios numa população de 100 mil habitantes. O limite aceitável de homicídios pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 10 por 100 mil. O Brasil teve uma média de 29,8 por 100 mil em 2014, 28,9 em 2015 e 30,5 em 2016. Os homicídios contabilizados são uma soma dos dados da SSP-BA de: 1- Homicídio doloso; 2- Lesão corporal seguida de morte; 3- Roubo com resultado morte (latrocínio). Vale lembrar que todos os números da tabela estão aproximados para facilitar a visualização. Os dados dos homicídios foram obtidos do site da Secretaria de Segurança Pública da Bahia e da população dos municípios do site do IBGE.

_______________________________________

*Registros contabilizados até o mês de abril.

Fonte: http://www.ssp.ba.gov.br/

Fonte: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/uf.php?coduf=29

Analisando rapidamente os dados, destaca-se São Félix e Coribe com altos níveis nos anos de 2014 e 2016, seguido por Cocos e Santa Maria em 2016. Santa Maria teve 15 homicídios em 2016, São Félix 12, Cocos 7 e Coribe 7, mas quando colocamos o tamanho da população em comparação, São Félix salta na frente com uma taxa altíssima de 78 homicídios por 100 mil habitantes. São números alarmantes que demonstram claramente que não vivemos mais na típica pacata e segura cidade de interior. Para compararmos, temos mais chance de sermos assassinados morando nas cidades da região do que em São Paulo capital, onde a taxa de homicídio é de 7,3 por 100 mil. Um são-felense em 2016 teve mais de 2,5 vezes a chance de ser assassinado morando nessa pequena cidade de 16 mil habitantes do que morando na capital do Rio de Janeiro com 29 homicídios por 100 mil habitantes em 2016. Claro, para sermos completamente honestos com os dados, essa chance de ser morto varia muito do bairro que você morar na cidade. Em Salvador, se você morar na Pituba, Itaigara e Caminho das Árvores a taxa de homicídio é de apenas 5 por 100 mil enquanto na região de Cajazeiras sobe para 60 (ainda mais seguro que São Félix do Coribe, rs). Mesmo em São Félix, acredito que esses 12 homicídios em 2016 se concentraram nas regiões periféricas, mas não posso afirmar isso, uma vez que o site da SSP-BA não discrimina essa informação, é apenas uma impressão de um morador que sou.

Ainda analisando os dados da tabela, o ano de 2017, apesar de ter contabilizado apenas 4 meses, se mantiver essa proporção o resto do ano, chegaremos a taxa de 58 homicídios por 100 mil em Santa Maria da Vitória, se transformando no pior ano em homicídios para o município.

Não sou especialista em segurança pública, sou apenas um cientista político que gosta de números e estatística, logo, não seria responsável da minha parte querer analisar quais são as causas dessa violência e como solucioná-la, embora não exista solução para o problema sem a participação, organização e cobrança da sociedade. Toda indignação é bem-vinda, mas participação é ainda mais necessária.

Por Marlos Batista – Cientista Político.

Referências

Secretaria de Segurança Pública da Bahia http://www.ssp.ba.gov.br/

Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro http://www.ispdados.rj.gov.br

Secretaria de Segurança Pública de São Paulo http://www.ssp.sp.gov.br

Organização Mundial da Saúde http://www.who.int

Nações Unidas Brasil https://nacoesunidas.org/

Mapa da Violência http://www.mapadaviolencia.org.br/

 

PREVISÃO DO TEMPO